Limites de Exposição à Radiação Eletromagnética

Documentos (recomendações, normas, entre outros) de diversas entidades internacionais acerca dos limites de exposição à radiação eletromagnética.

Título General Approach to Protection Against Non-Ionizing Radiation
Resumo This document explains the approach that ICNIRP uses in providing advice on protection against non-ionizing radiation (NIR) exposure to serve both as a guide for the understanding of ICNIRP’s documents and for its future work. The activities of ICNIRP are delineated, and the relationships with other advisory and legislative bodies are described. Furthermore, ICNIRP’s current general approach to the assessment of health risks as a basis for the development of guidelines on limiting exposure is explained.
Fonte International Commission on Non-Ionizing Radiation Protection (ICNIRP)
Origem Internacional
Autor/Editor ICNIRP
Disponibilidade Disponível online
Endereço https://journals.lww.com/
health-physics/Citation/2002/04000/GENERAL_
APPROACH_TO_PROTECTION_AGAINST.17.aspxF
Referência
Data Abril 2002
Título Campos de frequência extremamente baixa e cancro
Resumo Folha informativa factual da Organização Mundial de Saúde, referente à exposição a campos eletromagnéticos de frequência extremamente baixa e cancro. Este documento atualiza as descobertas relatadas em revisões recentes de estudos sobre os efeitos para a saúde de campos magnéticos e elétricos estáticos e ELF conduzidos por diversos organismos internacionais, nomeadamente pelo IARC.
Fonte Organização Mundial de Saúde (OMS)
Origem Internacional
Autor/Editor OMS
Disponibilidade Disponível online
Endereço https://faqtos.pt/wp-content/uploads/
2021/02/Campos-de-frequencia-extremamente-baixa-e-cancro.pdf
Referência Fact Sheet 263
Data Outubro 2001
Título Decreto-Lei nº 11/2003, de 18 de Janeiro
Resumo O presente diploma regula a autorização municipal inerente à instalação e funcionamento das infraestruturas de suporte das estações de radiocomunicações, e respetivos acessórios, definidas no Decreto-Lei n.º 151-A/2000, de 20 de Julho, e adota mecanismos para fixação dos níveis de referência relativos à exposição da população a campos eletromagnéticos (0 Hz – 300 GHz).
Fonte Diário da República – I Série-A, Nº 15, pp. 260 – 264
Origem Portugal
Autor/Editor Ministérios da Economia e das Cidades, Ordenamento do Território e Ambiente
Disponibilidade Disponível online
Endereço https://dre.pt/pesquisa/
-/search/176339/details/maximized
Referência Decreto-Lei nº 11/2003, de18 de Janeiro
Data Janeiro 2003
Título Seven Cardinal Rules of Risk Communication
Resumo Risk communication is the process of informing people about the hazards of a site. The purpose of risk communication is to help residents of affected communities to: understand risk assessment and risk management; form scientifically valid perceptions of the likely hazards; and participate in making decisions about how risk should be managed. The process of informing people about site hazards is a two-way conversation in which the site team informs and is informed by affected community members. This tool contains techniques for effectively communicating risk to the public.
Fonte Environmental Protection Agency (EPA)
Origem Estados Unidos da América
Autor/Editor Vicent T. Covello and Frederik W. Allen
Disponibilidade Disponível online
Endereço https://archive.epa.gov/
publicinvolvement/web/pdf/risk.pdf
Referência 230K92001
Data Maio 1992
Título Radares e a saúde humana
Resumo Folha informativa factual da Organização Mundial de Saúde, referente radares e a saúde humana. Este documento os vários tipos de radares, os seus efeitos para a saúde, as normas internacionais e algumas medidas de proteção que devem ser tidas em consideração.
Fonte Organização Mundial de Saúde (OMS)
Origem Internacional
Autor/Editor OMS
Disponibilidade Disponível online
Endereço https://faqtos.pt/wp-content/uploads/
2021/02/Radares-e-a-Saude-Humana.pdf
Referência Fact Sheet 226
Data Junho 1999
2020-11-17T19:28:42+00:00
Go to Top