Loading...

O Prémio FAQtos teve a sua primeira edição no ano letivo de 2009/2010!

Aqui ficam os testemunhos de professores e alunos ao longo destas edições.

“O evento Prémio FAQtos sempre nos recebeu bem e nos fez aprender antes da própria vida académica, a importância de se ser conciso, breve e explicito na apresentação de projetos.”

Carolina Soares – Aluna Prémio FAQtos 2015, 2016 e 2017

“O FAQtos faz parte da minha actividade enquanto Professor. Procuro sempre motivar os alunos para que participem, não só neste tipo de prémio, como noutros também, desde que o objetivo final seja sempre crescer e saber mais.”

Prof. Joaquim Almeida – Prémio FAQtos 2014, 2015 e 2017

“O papel de um professor não é apenas transmitir e debitar conhecimentos: ele deve investir em conseguir identificar as competências, talentos e a capacidade criativa dos seus alunos. E é isso que acontece com o prémio FAQtos. Recordo o prémio que recebemos em 2017 com o projeto BiSafe e tão bem que fomos acolhidos. Julgo que a participação dos alunos e professores neste tipo de iniciativas é uma mais valia. Tenho a certeza que são sobretudo estes momentos que recordarão mais tarde, enquanto experiencias significativas de aprendizagem.”

Profª. Helena Barracosa – Prémio FAQtos 2017

“Olá, venho dar o meu parecer sobre a grande iniciativa que é o premio FAQtos, e sensibilizar todos os possíveis participantes que de facto é um projeto bastante enriquecedor tanto para representar a escola que nos dá a possibilidade de participar, como num futuro poder ter como referencia profissional a participação do mesmo. Neste momento frequento o ensino superior, e foi uma ótima oportunidade ter participado com os meus colegas de turma juntamente com o nosso orientador dr. prof. José Carlos Silva, e termos conseguido o segundo lugar com o projeto “EPMS FREQUENCY” em 2017.”

Joaquim Costa – Aluno Prémio FAQtos 2017

“O prémio FAQtos foi, sem dúvida, uma iniciativa que, através de uma abordagem prática, permitiu-me adquirir conhecimentos e competências extremamente úteis para o futuro tanto a nível académico/profissional como pessoal. De entre essas competências destaco a dedicação, o trabalho em equipa e o sentido de responsabilidade.”

Ana Rita Moura – Aluna Prémio FAQtos 2016

“A participação no prémio FAQtos foi uma mais valia a nível educacional e pessoal, fez-me ter a primeira
experiência com o trabalho em equipa e ultrapassar as adversidades juntos. Foi uma experiência que recomendo a
todos os alunos, uma vez que, permite viver momentos de convívio e aprendizagem com outros colegas.”

Rita Santos – Aluna Prémio FAQtos 2016

“O melhor do nosso sistema de ensino está nos dias passados longe dos livros, criando desafios pelo mero prazer de encontrar soluções. O Prémio FAQtos motiva-nos a fazer isso mesmo – passar da teoria à prática, do teste formal para a curiosidade orgânica.”

Nuno Viegas-2016
Foto por “Joana Batista – Fumaça

Nuno Viegas – Aluno Prémio FAQtos 2016

”Participar no prémio Faqtos foi uma mais-valia para o meu enriquecimento curricular. A experiência de explorar algo relacionado com temas que eram do meu interesse, bem como a existência de momentos de convívio entre colegas no desenvolvimento do trabalho, permitiu bastante crescimento intelectual aliado ao entretenimento.”

Joâo Barbosa-2016

João Barbosa – Aluno Prémio FAQtos 2016

“O factos foi o projecto que me preparou para o futuro, trabalhar todos os dias , ultrapassar objectivos e principalmente trabalho em equipa, sozinhos vamos mais rápido mas juntos chegamos mais longe. Se algo foi importante durante o projecto foi perceber que teria desistido muito antes se não fosse o interesse conjunto em chegar mais longe e aprender algo novo por nós próprios. Foi das experiências mais gratificantes do meu percurso escolar tanto pelo desenvolver do projecto como a apresentação em si metendo-nos em posições que nunca estivemos antes e em que nos tivemos de mostrar à altura.”

João Mota – Aluno Prémio FAQtos 2016

“O Prémio FAQTOS é uma iniciativa que tem possibilitado aos estudantes e as escolas desenvolver projetos durante todo o ano letivo, promovendo a criatividade, pensamento “fora da caixa” e ligar a necessidade de que temos atualmente de estar “always on” (utilizando as radiofrequências). Para nós INETE e para mim como Professor e Coordenador, tem sido a possibilidade de desenvolver projetos com cariz social grande, sendo praticamente impossível noutro concurso Nacionais. A ligação que os projetos a desenvolver têm de ter as radiofrequências, para além de permitir conhecer a área, permite desenvolver soluções/projetos que motivam rapidamente os alunos. Desde a alguns anos que o Prémio FAQTOS, já faz parte das atividades em cada ano letivo, querendo todos os alunos do curso nele participar. Por fim, uma excelente iniciativa do Prof. Luis M. Correia, por quem tenho imensa estima, e é continuar, que nós continuamos convosco!”

Prof. Luis M. Pires – Prémio FAQtos 2015-2019

“O prémio FAQTOS é uma excelente oportunidade para aproximar os estudantes e escolas ao pensamento científico e, simultaneamente, promover a divulgação do mundo das radiofrequências com o público em geral. A minha professora de Física e Química desafiou-me a criar uma equipa e participar no projeto. Não me vou esquecer das tardes passadas na escola com os meus colegas a desenvolver ideas, testar equipamento, fazer filmagens, a aprender programação e a preparar a apresentação para o grande dia em Lisboa. A participação neste concurso deu-nos acesso também a um prémio internacional, e acredito que ainda hoje uso competências que aprendi durante o nosso projeto de 2014.”

Zaida Ramos – Aluna Prémio FAQtos 2014

“Os efeitos das radiações eletromagnéticas são um tema perene, transversal e multidisciplinar. O prémio FAQtos conjuga o conhecimento, experimentação, tecnologia e divulgação.”

Prof. Carlos Simões – Prémio FAQtos 2011

2021-03-16T12:07:44+00:00
Go to Top