Início>As radiações eletromagnéticas dos telemóveis provocam cancro? E outras doenças?

As radiações eletromagnéticas dos telemóveis são não-ionizantes (ver aqui), pelo que os seus efeitos se traduzem no aquecimento do tecido biológico, sendo por isso designados como “efeitos térmicos”.  Para além dos efeitos térmicos resultantes da exposição à radiação eletromagnética de radiofrequência, há ainda a possibilidade de ocorrência de efeitos biológicos não-térmicos, mas o conhecimento científico sobre este tipo de efeitos é ainda reduzido.  Em 31 de Maio de 2011, a Agência Internacional para a Investigação sobre o Cancro (IARC) classificou os campos eletromagnéticos de radiofrequência associado à utilização de telemóveis como possivelmente carcinogénicos para humanos (Grupo 2B), com base num aumento do risco de glioma, que é um tipo de cancro no cérebro.  Este grupo atribui uma classificação usada para identificar um agente para o qual a evidência de carcinogeneidade em humanos é limitada e a evidência de carcinogeneidade em experiências com animais é insuficiente.

2020-02-18T17:14:37+00:00
Go to Top