Exposição à Radiação Proveniente de Antenas de Estação Base

Documentação acerca da exposição à radiação eletromagnética proveniente das antenas de estação base. Inclui relatórios e artigos científicos tanto em português como em inglês produzidos por diversas entidades internacionais.

Equipamentos de medida da Exposição à Radiação Proveniente de Antenas de Terminais Base

Título A Practical Guide to the Determination of Human Exposure to Radiofrequency Fields
Resumo NCRP Report No. 119 is intended to constitute a compendium of general knowledge useful to those health and safety professionals concerned with evaluating radiofrequency hazards. It provides a comprehensive collection of information on various radiofrequency radiation sources and a straightforward “how to” guide for estimating the exposures associated with these sources. Major sections of the Report treat the following subjects: • basic concepts, including definitions of terms and units • procedures for evaluation of exposures • instruments and measurement techniques • recommended areas for further research and technical or engineering development Appendices provide a quick reference source for use in assessing the relative significance of exposures from various radiofrequency sources, including a description of methods for performing practical measurements and computations. Explicit examples of exposure surveys for selected common sources are provided.
Fonte National Council on Radiation Protection and Measurements (NCRP)
Origem Estados Unidos da América
Autor/Editor NCRP
Disponibilidade Disponível por encomenda
Link ncrp
Referência NCRP Report No. 119
Data Janeiro 1993
Título Guide to the Expression of Uncertainty in Measurements
Resumo When reporting the result of a measurement of a physical quantity, some quantitative indication of the result has to be given to assess its reliability and to allow comparisons to be made. The Guide to the expression of uncertainty in measurement establishes general rules for evaluating and expressing uncertainty in measurement that can be followed at many levels of accuracy and in many fields.
Fonte International Electrotechnical Commission (IEC) / International Organization for Standardization (ISO)
Origem Internacional
Autor/Editor ISO/IEC
Disponibilidade Disponível por encomenda
Link iso.org
Referência ISO/IEC Guide 98-3:2008
Data Outubro 2008
Título IEEE Recommended Practice for Measurements and Computations of Radio Frequency Electromagnetic Fields With Respect to Human Exposure to Such Fields, 100 kHz–300 GHz
Resumo Techniques and instrumentation for the measurement and computation of potentially hazardous electromagnetic (EM) fields both in the near field and the far field of the electromagnetic source are specified. The specifications previously set forth in IEEE Std C95.3-1991 are extended and combined. Leakage and near-field measurements and a description of the concepts, techniques, and instruments that can be applied to the measurement of specific absorption rate(SAR) or the electric field strength in organisms (including humans) and phantoms exposed to electromagnetic fields are included. Below 100 MHz, the current flowing through the body to ground is measurable and can be used to determine the SAR and, therefore, a brief treatment of lowfrequency body current measurement is included.
Fonte Institute of Electrical and Electronics Engineers (IEEE) International Committee on Electromagnetic Safety (ICES)
Origem Estados Unidos da América
Autor/Editor IEEE – ICES
Disponibilidade Disponível por encomenda
Link ieeexplore.ieee.org
Referência IEEE Std. C95.3-2002
Data Dezembro 2002

Relatórios técnicos da Exposição à Radiação Proveniente de Antenas de Terminais Base

O Prémio FAQtos teve a sua primeira edição no ano letivo de 2009/2010!

Aqui ficam os testemunhos de professores e alunos ao longo destas edições.

“A participação no concurso Faqtos foi bastante enriquecedora, não só pelo facto de termos aumentado os nossos conhecimentos e os da comunidade escolar relativamente às radiofrequências, mas também por ter permitido o desenvolvimento de várias competências (digitais, interpessoais, …) muito úteis no nosso futuro. E, apesar de não termos ficado no top 3 com o nosso trabalho mais teórico, adorámos a experiência e o ambiente vivido no dia da Cerimónia Final.”

Equipa “Os Ondinhas” – Prémio FAQtos 2021

“O evento Prémio FAQtos sempre nos recebeu bem e nos fez aprender antes da própria vida académica, a importância de se ser conciso, breve e explicito na apresentação de projetos.”

Carolina Soares – Aluna Prémio FAQtos 2015, 2016 e 2017

“O FAQtos faz parte da minha actividade enquanto Professor. Procuro sempre motivar os alunos para que participem, não só neste tipo de prémio, como noutros também, desde que o objetivo final seja sempre crescer e saber mais.”

Prof. Joaquim Almeida – Prémio FAQtos 2014, 2015 e 2017

“O papel de um professor não é apenas transmitir e debitar conhecimentos: ele deve investir em conseguir identificar as competências, talentos e a capacidade criativa dos seus alunos. E é isso que acontece com o prémio FAQtos. Recordo o prémio que recebemos em 2017 com o projeto BiSafe e tão bem que fomos acolhidos. Julgo que a participação dos alunos e professores neste tipo de iniciativas é uma mais valia. Tenho a certeza que são sobretudo estes momentos que recordarão mais tarde, enquanto experiencias significativas de aprendizagem.”

Profª. Helena Barracosa – Prémio FAQtos 2017

“Olá, venho dar o meu parecer sobre a grande iniciativa que é o premio FAQtos, e sensibilizar todos os possíveis participantes que de facto é um projeto bastante enriquecedor tanto para representar a escola que nos dá a possibilidade de participar, como num futuro poder ter como referencia profissional a participação do mesmo. Neste momento frequento o ensino superior, e foi uma ótima oportunidade ter participado com os meus colegas de turma juntamente com o nosso orientador dr. prof. José Carlos Silva, e termos conseguido o segundo lugar com o projeto “EPMS FREQUENCY” em 2017.”

Joaquim Costa – Aluno Prémio FAQtos 2017

“O prémio FAQtos foi, sem dúvida, uma iniciativa que, através de uma abordagem prática, permitiu-me adquirir conhecimentos e competências extremamente úteis para o futuro tanto a nível académico/profissional como pessoal. De entre essas competências destaco a dedicação, o trabalho em equipa e o sentido de responsabilidade.”

Ana Rita Moura – Aluna Prémio FAQtos 2016

“A participação no prémio FAQtos foi uma mais valia a nível educacional e pessoal, fez-me ter a primeira
experiência com o trabalho em equipa e ultrapassar as adversidades juntos. Foi uma experiência que recomendo a
todos os alunos, uma vez que, permite viver momentos de convívio e aprendizagem com outros colegas.”

Rita Santos – Aluna Prémio FAQtos 2016

“O melhor do nosso sistema de ensino está nos dias passados longe dos livros, criando desafios pelo mero prazer de encontrar soluções. O Prémio FAQtos motiva-nos a fazer isso mesmo – passar da teoria à prática, do teste formal para a curiosidade orgânica.”

Nuno Viegas-2016
Foto por “Joana Batista – Fumaça

Nuno Viegas – Aluno Prémio FAQtos 2016

”Participar no prémio Faqtos foi uma mais-valia para o meu enriquecimento curricular. A experiência de explorar algo relacionado com temas que eram do meu interesse, bem como a existência de momentos de convívio entre colegas no desenvolvimento do trabalho, permitiu bastante crescimento intelectual aliado ao entretenimento.”

Joâo Barbosa-2016

João Barbosa – Aluno Prémio FAQtos 2016

“O factos foi o projecto que me preparou para o futuro, trabalhar todos os dias , ultrapassar objectivos e principalmente trabalho em equipa, sozinhos vamos mais rápido mas juntos chegamos mais longe. Se algo foi importante durante o projecto foi perceber que teria desistido muito antes se não fosse o interesse conjunto em chegar mais longe e aprender algo novo por nós próprios. Foi das experiências mais gratificantes do meu percurso escolar tanto pelo desenvolver do projecto como a apresentação em si metendo-nos em posições que nunca estivemos antes e em que nos tivemos de mostrar à altura.”

João Mota – Aluno Prémio FAQtos 2016

“O Prémio FAQTOS é uma iniciativa que tem possibilitado aos estudantes e as escolas desenvolver projetos durante todo o ano letivo, promovendo a criatividade, pensamento “fora da caixa” e ligar a necessidade de que temos atualmente de estar “always on” (utilizando as radiofrequências). Para nós INETE e para mim como Professor e Coordenador, tem sido a possibilidade de desenvolver projetos com cariz social grande, sendo praticamente impossível noutro concurso Nacionais. A ligação que os projetos a desenvolver têm de ter as radiofrequências, para além de permitir conhecer a área, permite desenvolver soluções/projetos que motivam rapidamente os alunos. Desde a alguns anos que o Prémio FAQTOS, já faz parte das atividades em cada ano letivo, querendo todos os alunos do curso nele participar. Por fim, uma excelente iniciativa do Prof. Luis M. Correia, por quem tenho imensa estima, e é continuar, que nós continuamos convosco!”

Prof. Luis M. Pires – Prémio FAQtos 2015-2019

“O prémio FAQTOS é uma excelente oportunidade para aproximar os estudantes e escolas ao pensamento científico e, simultaneamente, promover a divulgação do mundo das radiofrequências com o público em geral. A minha professora de Física e Química desafiou-me a criar uma equipa e participar no projeto. Não me vou esquecer das tardes passadas na escola com os meus colegas a desenvolver ideas, testar equipamento, fazer filmagens, a aprender programação e a preparar a apresentação para o grande dia em Lisboa. A participação neste concurso deu-nos acesso também a um prémio internacional, e acredito que ainda hoje uso competências que aprendi durante o nosso projeto de 2014.”

Zaida Ramos – Aluna Prémio FAQtos 2014

“Os efeitos das radiações eletromagnéticas são um tema perene, transversal e multidisciplinar. O prémio FAQtos conjuga o conhecimento, experimentação, tecnologia e divulgação.”

Prof. Carlos Simões – Prémio FAQtos 2011

1ºLUGAR

Nome Equipa: Beyond.FM

Alunos: Diogo Silva, Francisca Carvalho, Francisca Fernandes, Inês Lima e Mariana Carvalho

Título do Projeto: “Novas Visões das RF’s”

Orientador: Prof. Luís Ferreira

Escola: Didáxis Riba de Ave, Braga

Breve Descrição do Projeto

2ºLUGAR

Nome Equipa: EPSM_ELT3

Alunos: David Silva, Duarte Barradas, Leandro Rodrigues e Tiago Barradas

Título do Projeto:HotOut

Orientador: Prof. José Carvalho

Escola: EPSM Salvaterra Magos, Santarém

Breve Descrição do Projeto

3ºLUGAR

Nome Equipa: SGado

Alunos: Diogo Rodrigues, Tiago Nogueira, Joaquim Correia, Rodrigo Amaral e Júlio Alves

Título do Projeto: “Sistema de deteção e alerta de Gases Nocivos para Pessoas com Deficiências Olfativas”

Orientador: Prof. Luís Pires

Escola: INETE, Lisboa

Breve Descrição do Projeto

Sobre o concurso

O objetivo fundamental do Prémio  FAQtos é o de promover um concurso a nível nacional, orientado para os alunos do Ensino Secundário, que contribua para a formação de uma consciência coletiva em matéria de campos eletromagnéticos oriundos de fontes de telecomunicações (banda das radiofrequências), e do seu impacto na sociedade, bem como potenciais efeitos na saúde e ambiente.

Os participantes devem abordar livremente o tema “As Radiofrequências e a Sociedade” tendo em vista a criação de um projeto ao longo do ano letivo, de acordo com o calendário definido pela equipa do FAQtos:

2021/10/11-22 – CANDIDATURAS
2021/11/01 – Divulgação das Candidaturas Admitidas
2021/11/19 – Entrega do Vídeo de Apresentação
2021/12/03 – Divulgação do Vídeo de Apresentação
2022/02/25 – Entrega do Relatório de Progresso
2022/03/04 – Divulgação da lista de participantes atualizada
2022/05/13– Entrega do Projeto (Relatório Final e Vídeo do Projeto
2022/06/20 – Divulgação da lista de Finalistas
2022/07/16 – Cerimónia Final

O formato do projeto é livre, ficando inteiramente ao critério dos alunos. Alguns exemplos são um protótipo, um ensaio experimental, um documentário, uma revista, um vídeo ou uma página na Internet.

Todos os Projetos são necessariamente acompanhados de um Relatório Final e de um Vídeo do Projeto, que devem seguir o formato definido pela equipa do FAQtos (ver Regulamento do Prémio 2022)

Só serão aceites trabalhos originais, em Língua Portuguesa.

Os 10 projetos finalistas do Prémio FAQtos serão apresentados numa Cerimónia de entrega de prémios, onde o júri valorizará aspetos como a qualidade do vídeo do projeto, a qualidade do relatório final, a originalidade e inovação, a capacidade crítica e de análise e o envolvimento com a escola, bem como com outras entidades.

Serão atribuídos prémios às equipas autoras dos 3 melhores trabalhos:
1º prémio –   1500€
2º prémio –   1000€
3º prémio –   500€

Serão também atribuídos prémios ao Professor Orientador e à Escola de origem dos trabalhos vencedores.

O Prémio FAQtos é organizado pelo projeto FAQtos e conta com o apoio do Ministério da Educação, através da Direção-Geral da Educação.

O que é o prémio FAQtos?

Prémio FAQtos é um concurso  a nível nacional. Podem concorrer todos os alunos do Ensino Secundário, de todas as áreas e cursos, independentemente da natureza da escola (pública ou privada).

O futuro faz-se sem fios!

Das Comunicações à Indústria, das Cidades Inteligentes à Agricultura, passando pela Internet das Coisas!

Dá largas à imaginação, cria um projeto sobre o tema “As Radiofrequências e a Sociedade ” e habilita-te a ganhar um dos prémios FAQtos.

E tu, já tens uma IDEIA?
Aplica as RF’s

Consulta o REGULAMENTO

2020-11-17T19:37:58+00:00
Go to Top